logo

                                       004563 d3a64bb59a9b48938200c969704a5484 mv2 d 2153 2043 s 2

Chapada não aplicou nenhuma vacina vencida contra a Covid-19

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O jornal Folha de São Paulo publicou matéria na sexta-feira (2) denunciando que, conforme dados do Ministério da Saúde, cerca de 26 mil doses da vacina AstraZeneca fora da validade teriam sido aplicadas em 1.532 municípios, entre estes é citada Chapada. No entanto, a Secretaria Municipal de Saúde comunica que o lote vindo para Chapada foi o 4120Z005, no dia 26 de janeiro de 2021. "Foram 100 doses aplicadas entre os dias 27 de janeiro e 04 de fevereiro para profissionais da saúde e idosos. O lote venceu em 14 de abril de 2021. Portanto, aplicadas dentro da validade”, explicou a secretária de Saúde, Odete Maria Guareschi. Após a investigação realizada pelos profissionais da sala de vacinas, foi constatado um equívoco de digitação do lote de 2 doses no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações, esclarecendo também aos munícipes que foram recebidos 20 frascos, contendo 05 doses por frasco, totalizando 100 doses, portanto um frasco contempla 5 pessoas.

A administração municipal reitera seu compromisso com a comunidade chapadense na fiscalização constante dos medicamentos enviados ao Município, conferindo a validade, estado de conservação e dosagem dos mesmos.

A Secretaria Municipal de Saúde pede desculpas aos munícipes pela falsa dúvida gerada.

Por fim, ressaltamos que todos os profissionais destacados pelos municípios para aplicação das vacinas adotam as boas práticas de vacinação, dentre as quais, a checagem do prazo de validade.

Abaixo, segue nota conjunta do Conass e Conasems

“O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) vêm a público esclarecer que:

– Todos os casos sobre aplicação de doses contra a Covid-19 fora do prazo de validade serão investigados;

– Não está descartado erro do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações, que desde o início da Campanha de Vacinação apresenta instabilidade no registro dos dados;

– O número de casos identificados corresponde a 0,0026% de todas as doses aplicadas no País, sendo necessárias ponderação e investigação quanto à aplicação das doses e preenchimento das informações;

– A ação de Estados e Municípios visa dar rápida resposta à sociedade brasileira.

Imprimir Email