logo

chapadafest

POR QUE EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL NO MUNICÍPIO DE CHAPADA

Passar o dia inteiro na escola estudando, aprendendo música, praticando diversas modalidades esportivas, conhecendo outras línguas, aprendendo informática, tendo reforço escolar, recebendo atendimento odontológico... Será uma realidade possível no ano 2014 para grande parte dos alunos da EMEF Érico Veríssimo e EMEF São Luiz Gonzaga, já que o município de Chapada começará a implantação da Educação em Tempo Integral.

Mas por que implantar Educação em Tempo Integral em nosso município? Saiba os principais motivos:

- Primeiro, as nações que são consideradas, pela opinião pública, como modelos e Educação de Qualidade, tais como: Coréia do Sul, Finlândia, Chile e Irlanda têm um ponto em comum: o sistema de ensino de turno integral. Isto é, os alunos ficam a maior parte do dia na escola, por quase 9 horas. No Brasil, o máximo que os alunos ficam na escola é por um período de 4 horas a cada dia. E, educação de qualidade e desenvolvimento econômico e social estão diretamente interligados, portanto, se queremos um cidadão bem sucedido que desenvolva nosso país, precisamos investir na sua formação integral, o que não é possível numa jornada mínima de 4 horas de sala de aula;

- A realidade das famílias brasileiras, inclusive das chapadenses, vem mudando significativamente. No decorrer dos últimos anos, grande parte dos membros adultos precisam entrar no mercado de trabalho para suprir as necessidades básicas da família, o que diminui o tempo com os filhos e consequentemente não conseguem dar o apoio necessário no estímulo ao seu desenvolvimento integral;

- Por meio da Educação Integral, busca-se reconhecer as múltiplas dimensões do ser humano e a peculiaridade do desenvolvimento de crianças, adolescentes e jovens.

Este ideal está presente na legislação educacional brasileira e pode ser apreendido em nossa Constituição Federal nos artigos 205, 206 e 227; no Estatuto da Criança e do Adolescente, na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9394/1996); no Plano Nacional de Educação (Lei nº 10.172/2001); no Projeto de Lei 8035/2010, tramitando no Senado; no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – FUNDEB e no Plano de Desenvolvimento da Educação – PDE 2007, ou seja, toda a legislação educacional brasileira vem prevendo a Educação em Tempo Integral como uma necessidade da educação brasileira.

Desta forma, no ano de 2014, o município de Chapada iniciará o processo de implantação gradativa da Educação em Tempo Integral em duas escolas municipais, na EMEF Érico Veríssimo e na EMEF São Luiz Gonzaga.

Na EMEF Érico Veríssimo os alunos do 1º ao 5º ano terão a Educação Integral integrada ao Regimento Escolar, ou seja, não haverá a possibilidade de freqüentar apenas um turno escolar. Os alunos terão a aula do currículo mínimo – Matemática, português, ciências... – pela parte da manhã; receberão almoço ao meio-dia e, na parte da tarde participarão de diversas oficinas, tais como: Natação, Informática, Línguas, Música, Artes, entre outras, além de terem um momento para realizarem o tema, reforço escolar e serem atendidos no dentista. No final da tarde, no horário normal de término da aula, os alunos voltarão para suas casas.

Na EMEF São Luiz Gonzaga, o turno integral neste primeiro ano será opcional, no mesmo molde da EMEF Érico Veríssimo, os alunos terão aula na parte da manhã e as oficinas no turno da tarde, sendo o almoço servido ao meio-dia.

Cabe salientar aos pais, que a educação em tempo integral é uma excelente oportunidade oferecida ao aluno para seu desenvolvimento integral, onde além de todo o acompanhamento pedagógico que os alunos receberão, os pais poderão trabalhar tranqüilos com a certeza de que seus filhos estarão em um ambiente seguro, com atividades adequadas e variadas, com alimentação saudável e com todos os atendimentos que se fizerem necessários.

 

Imprimir Email